Visualizar:

▼ Postagens (5)
  • MUDANÇA DE BLOG

    02

    Set
    02/09/2011 às 23h57

    Oie!

    O blog agora vai ser outro, acessa lá:

     

    www.velhosapatomarrom.blogspot.com

     

    PRIMEIRA NOVA POSTAGEM HOJE!* ACESSA!

     

     

    Todas as postagens feitas aqui foram reblogadas no novo blog*

  • Destino: Verdade ou crendice?

    16

    Ago
    16/08/2011 às 19h05

    Você acredita em destino? Tem gente que não acredita. Pra falar a verdade, é difícil falar de uma coisa que é questão de crença. O simples fato de não poder ser explicado cientificamente, dá a sensação de que o assunto não foi explicado racionalmente. Mas eu vou tentar dar uma organizada aqui no pensamento.

    Pense em cada escolha que você faz. É aquela lei da ação e reação: se você faz uma coisa, ela desencadeia outra, e outra, e outra. Sendo assim, cada escolha que você faz te dá um resultado e uma consequência que te aproxima cada vez mais do seu destino. Sabe aquele lance de que tudo acontece por um motivo? Talvez o motivo (e o objetivo) de cada escolha feita seja o próprio destino.

    Outra coisa que a gente não sabe se é verdade, é a sorte. Tem gente que acredita, tem gente que não. Sinceramente? Eu acredito em sorte, mas também acredito que você tem que fazer a sua própria sorte. Por exemplo: Você precisa tirar nota boa numa prova, mas é preciso estudar. E você estuda pra caramba. Você terá sorte se o que você estudou caiu na prova. Não existe sorte sem merecimento.

    O problema desse negócio de destino é que como você já tem o destino pronto, é como se não houvesse livre-arbítrio, ou seja, como se não houvesse a oportunidade de escolha, como se todos os caminhos levassem à mesma direção. Mas não confunda destino com uma corrente que prende as suas mãos.

    Dica: quando é você, sem essa desse lance de destino. Como disse Zacariah na série Supernatural, Tem gente que vive e morre sem mover uma poeira do chão. Faça a diferença. Tem certeza de que está fazendo as escolhas certas?  Não sei se Destino existe mesmo, mas batalhe. Tenha o destino que quiser e faça a sua própria sorte. Estou te dizendo, é incrível como cada escolha que fazemos nos torna a pessoa que somos.

  • Religião: Deus existe?

    10

    Jul
    10/07/2011 às 21h58

    Eu já li várias coisas contra a existência de Deus: de Bíblia falsa à Jesus Cristo tendo filhos. Já li coisas sobre a história de Jesus que hoje são explicadas cientificamente. Sim, eu acredito em algumas dessas provas científicas... Mas não todas.

    Admito que quando penso um pouco nisso, chego a conclusão de que Deus não existe. Me faço tanta pergunta que vocês nem imaginam. Como por exemplo, como Deus nasceu? É impossível alguém ser feito do nada, e quando eu falo "do nada", é do nada mesmo. Sem contar os furacões, terremotos, tsunamis, doenças; um monte de gente sofrendo. Por que Ele não ajuda? Tanta coisa que tanta gente pede e que Ele nunca faz. Pra mim esse Deus anda muito preguiçoso, hein.

    E pode acreditar, eu sei como as pessoas sofrem. Às vezes eu vou visitar doentes com o meu avô, que é ministro da Igreja. A gente leva cestas básicas e meu avô dá umas pequenas missas para os doentes. Eu ajudo arrumando algumas coisas numa mesa e lendo alguns trechos da Bíblia. Todos esses doentes moram em casas caindo ao pedaços; Não têm remédio, nem médico e nem comida. Vai ver a última esperança deles é Deus.

    Na minha última visita, eu visitei uma mulher. Foi como sempre, levamos uma cesta básica e tal, rezamos, demos força a ela e fomos embora. Depois descobri que a doença que aquela mulher tinha era depressão. Começou logo depois que a filha dela foi assassinada por causa de tráfico de drogas. São nessas situações que eu me pergunto: Se Deus existe, porque ele não ajuda?

    Na verdade, a gente nunca tem certeza de nada, ainda mais sobre uma coisa que não está totalmente ao nosso alcance. Só acredito que há muita coisa além da matéria, e muita coisa que ninguém nunca saberá responder. Mesmo assim, olhe a sua volta e olhe pra você mesmo: Você acha mesmo que tudo isso foi feito de poeira e gases cósmicos?

  • Uma visão sobre Amizade

    06

    Jul
    06/07/2011 às 22h20

    As pessoas têm ideias diferentes sobre amizade. Mas, de uma maneira geral, amigo é aquele que se faz presente, mesmo estando distante.

    Se todo mundo tem amigos? Não sei te responder. Mas sei que todo mundo tem uma pessoa que considera especial. Tem gente que diz que não precisa de amigos. Todo mundo precisa de amigos, mas essas pessoas simplesmente não ligam, e ficam se iludindo com falsos amigos. E assim como tem gente que tem pouco ou nenhum amigo, tem aqueles que dizem: “Ah, eu tenho tanto amigo que eu nem consigo contar!”, mas é mentira. Como eu sei? É que poucas pessoas têm muitos amigos, e poucos amigos são verdadeiros.

    E quando a amizade se transforma em amor? Aí ferrou. Por quê? É que às vezes uma relação mais íntima, como é o caso do namoro, pode estragar uma relação de amizades de anos. E se você está numa situação dessas, te dou um conselho: não troque sua amizade anos por uma paixão de semanas. Exceto se você tiver certeza absoluta de que esse namoro dará certo.

    Geralmente quando se é adolescente, na faixa dos 12 aos 17 anos, se faz amizade na escola. Apesar de eu ser muito calma e me fixar mais nos estudos, também fiz algumas amizades na escola. Estou na 8ª série, e desde a 1ª série, acho que fiz uns 5 amigos. Infelizmente nunca mais falei com nenhum deles.

    Depois eu conheci os meus dois melhores amigos na internet: Larissa e Ygor. Em ambas as amizades, a gente era unha e carne. Passávamos horas conversando e rindo, falando um monte de besteiras, um ouvindo os problemas do outro. Infelizmente, nossa amizade foi enfraquecendo, por diversos motivos, e desde então nunca mais nos falamos.

    Eu sempre pensei que as amizades fossem pra sempre, mas com a minha pouca experiência, percebi que não. O tempo vai apagando de leve. Mas, incrivelmente, percebi que as minhas amizades virtuais foram muito melhores do que as "reais". Virtualmente, fiz duas amizades que eu jamais vou esquecer. Bons velhos tempos.

    É como dizia Lara França: Curta a vida e os bons amigos, a vida porque é curta, e os bons amigos porque são poucos.

  • Blogs: Saiba quando postar

    03

    Jul
    03/07/2011 às 15h41

    Não vou mentir. Todo blogueiro quer que o seu blog seja reconhecido e tal, mas que dá uma certa insegurança, dá sim. Quando nós, ainda blogueiros inexperientes, vemos blogues maravilhosos, com 1 milhão acessos, isso nos intimida ás vezes não é? Aí a gente acha que tem que fazer um montão de postagens pra conseguir suprir a necessidade de acessos, mas não é isso não.
    Conheço blogueiros que fazem cerca de umas 10 postagens por dia. Dos 100% do conteúdo escrito ao dia, 5% se aproveita. É por que alguns blogueiros dão mais valor à quantidade do que a qualidade.  Eu já fui desse jeito. Postava simplesmente por obrigação. Chegava a pegar qualquer coisa e postar com o nome de Não Sei. Ainda bem que parei com isso, ou pelo menos, eu tento parar com isso. Não posto mais por obrigação, mas quando me surge uma ideia boa eu vou lá e posto. Acho que esse é um modo de dar uma filtrada nas postagens e deixar a maioria boa, interessante.
    Mas acho que se pensarmos bem, todos esses blogues famosos vieram de baixo, assim como nós. Blog é lazer, é compartilhar algo com outros viciados em internet como você. Fama é algo que inventaram depois, e que muitas pessoas viveriam muito melhor sem. Se blog é lazer, você tem que se divertir, e se tem uma coisa que eu aprendi com tudo isso, é que postar qualquer merdinha não ajuda em nada, e por obrigação piora ainda mais. Você posta por obrigação? Relaxa, seu rendimento será muito melhor se você esfriar a cabeça e postar com o coração.

Home |  Blog Grátis |  Hospedagem HTML Grátis |  Quem somos |  Parceria |  Anuncie |  Ajuda
Trabalhe no XPG |  Política de Privacidade |  Política de Segurança |  Denúncia © 2004-2017 XPG | Siga esta corrente